O economista e especialista em direitos sociais José Prata Araújo acaba de lançar, em edição própria, o livro "O Brasil de Lula e o de FHC- Um roteiro comparativo para a disputa política-eleitoral plebiscitária de 2010". A publicação se divida em oito capítulos: Concepção de Estado, esquerda e o neoliberalismo; PSDB: o núcleo duro da privatização e do entreguismo; A economia ficou mais sólida com Lula; A questão social no centro da agenda política nacional; Que responsabilidade fiscal?; Lula, FHC, os Estados e os Municípios e É preciso derrotar a revanche neoliberal.

O livro traz ainda um quadro comparativo, sintético, dos governos Lula e FHC.

Na apresentação do livro, o cientista político Juarez Guimarães destaca três feitos importantes do autor. O primeiro, seria o de desmistificar, por abaixo, desmoralizar um conjunto de teses de interpretação da história recente do Brasil e que circulam cotidianamente na mídia liberal brasileira. O segundo, é o de reunir, organizar e analisar um conjunto de dados e informações que, ou não são acessíveis mesmo a um cidadão bem informado, ou são acessíveis em um quadro disperso e fragmentado. E o terceiro feito, é o de fornecer, assim, os fundamentos econômicos e sociais das mudanças políticas no país através de uma visão unitária e coerente. Leia aqui a apresentação completa de Guimarães.
 
 Os temas tratados no livro:

Concepção de Estado, esquerda e o neoliberalismo – PSDB São Paulo: núcleo duro do neoliberalismo, PSDB quer a privatização selvagem do Estado, Neoliberalismo, privatização e consenso forçado,  PSDB: regressivo e antipopular,  Lula rompeu com a era FHC; A nova concepção de Estado com Lula,  A presença do Estado na  economia, Com Lula, o Estado ampliou presença na área social, Os servidores públicos no governo Lula.
 
PSDB: o núcleo duro da privatização e do entreguismo – A "privataria" de Fernando Henrique, Gustavo Franco sobre as estatais: "vendemos sucatas", A "herança maldita" dos tucanos na economia, FHC e a aliança com os rentistas, Moralismo udenista esconde a grande corrupção.

A economia ficou mais sólida com Lula – Crise testou a solidez da economia, As economias brasileira e mundial, FHC e o rombo de US$ 186 bilhões nas contas externas, Investimento direto e "capital motel", O balanço de pagamentos sob FHC e Lula, Lula e o projeto nacional de desenvolvimento, Juros, câmbio e investimento: três grandes desafios.
 
A questão social no centro da agenda política nacional – A forte geração de empregos formais (CAGED), Lula gerou 11 milhões de empregos (RAIS), Salário mínimo melhora a vida do povo,  Os avanços nas negociações coletivas, A menor inflação da série histórica, Os IGPs tiveram forte redução, Lula acelerou a transferência de renda, O Bolsa Família e o desrespeito da oposição, Os avanços na previdência e na assistência social, Seguro desemprego e abono salarial, A forte expansão do crédito, 32 milhões entraram para a classe media, Os enormes avanços na educação, Segurança pública com cidadania, Transferências para a saúde cresceram 185%, Programas para a agricultura familiar, Redução da pobreza e da desigualdade, Habitação, saneamento e urbanização, Indicadores sociais da PNAD e outros.
 
Que responsabilidade fiscal? – A irresponsabilidade fiscal no governo FHC, A dívida líquida pública em reais, Juros, superávit primário e déficit público, Títulos cambiais: seguro público para capitais privados, A evolução da carga tributária no Brasil.
 
Lula, FHC, os Estados e os Municípios – Uma goleada na geração de empregos, As finanças de Estados e Municípios, Minas Gerais sob Lula e FHC .
 
É preciso derrotar a revanche neoliberal  – O PSDB e o "complexo de maioria", Consolidar a maioria social como maioria política, Continuar e aprofundar as mudanças do governo Lula,  Refundar a esquerda nos movimentos sociais.

 

Leia também os livros do mesmo autor, publicados pela Editora Fundação Perseu Abramo: 

 

 
 Guia dos Direitos Sociais
A Igualdade Social e as Diferenças entre a Esquerda e os Neoliberais

 

Um Retrato do  Brasil: Balanço do governo Lula