"A empresa indiana Bharat Biotech, fabricante da vacina Covaxin, rompeu contrato com a Precisa Medicamentos para a venda do imunizante ao Brasil. A companhia não explica claramente as razões para a quebra do memorando, mas enviou uma nota em que diz ter sido informada recentemente “de que certas cartas, supostamente assinadas por executivos da empresa, estão sendo distribuídas online. Gostaríamos de ressaltar, enfaticamente, que esses documentos não foram expedidos pela companhia ou por seus executivos e, portanto, negamos veementemente os mesmos”.

Leia matéria completa do El País aqui.