Baixar PDF  

O projeto Reconexão Periferias da Fundação Perseu Abramo acaba de publicar resultados da pesquisa “Trajetórias da Informalidade no Brasil Contemporâneo”, realizada no segundo semestre de 2018 em oito estados das cinco regiões do Brasil.

Foram entrevistados trabalhadores e trabalhadoras informais da construção civil, confecção, motoboy/mototáxi, comércio ambulante, manicure e trabalhadoras domésticas. Através de entrevistas qualitativas, revisitou-se a trajetória laboral desses trabalhadores/as, com ênfase nos últimos 16 anos (desde a primeira eleição presidencial de Lula/PT).

A pesquisa buscar explorar o universo contemporâneo sobre o mundo do trabalho no Brasil, oferecendo ao debate público e a pesquisadores algumas questões que virão a compor uma agenda de pesquisa sobre informalidade no trabalho no Brasil.

O estudo parte da questão central “quem são, como vivem e o que pensam os trabalhadores e trabalhadoras informais das periferias do Brasil?